Carro eléctrico "Linha 18"

Postal com uma ilustração figurativa de um carro eléctrico da Linha 18.

Dimensões: 10x15cm
O valor não incluí o envelope
O postal encontra-se pronto para expedir em 1-2 dias úteis.

Postal ilustrado de azulejo na cidade do Porto

 

O carro eléctrico existe na cidade do Porto desde 1895. Actualmente é explorada pelos STCP, com três carreiras regulares. Actualmente os carros eléctricos transportaram 390 mil pessoas, 32 mil por mês, mais de mil por dia, a imensa maioria constituída por turistas.

Linha 1 Passeio Alegre-Infante: Faz o percurso da marginal do Rio Douro, entre o Infante, perto da Ribeira e o Passeio Alegre, na Foz do Douro.

Linha 18 Massarelos-Carmo: Liga a zona histórica de Massarelos, perto do Museu do Eléctrico, até ao Carmo, passando pela Praça dos Leões, pela Reitoria da Universidade do Porto, Jardim da Cordoaria e sua envolvente.

Linha 22 Carmo-Batalha: Linha da Baixa, que percorre as artérias mais emblemáticas do centro da cidade do Porto num percurso circular entre o Carmo e a Batalha/Guindais.

4,00

Postal com uma ilustração figurativa de um carro eléctrico da Linha 18.

Dimensões: 10x15cm
O valor não incluí o envelope
O postal encontra-se pronto para expedir em 1-2 dias úteis.
Veja mais postais do Porto aqui.

Postal ilustrado com o Carro eléctrico no Porto

—-

O carro eléctrico existe na cidade do Porto desde 1895. Actualmente é explorada pelos STCP, com três carreiras regulares. Actualmente os carros eléctricos transportaram 390 mil pessoas, 32 mil por mês, mais de mil por dia, a imensa maioria constituída por turistas.

Linha 1 Passeio Alegre-Infante: Faz o percurso da marginal do Rio Douro, entre o Infante, perto da Ribeira e o Passeio Alegre, na Foz do Douro.
Esta linha foi a grande sobrevivente do sistema de eléctricos do Porto, tendo sido por muitos anos a única maneira de andar de eléctrico na cidade. O percurso foi por algumas ocasiões dividida em duas seções; linha 1E Barra (ou seja, a figura 1 com uma linha através dele) corre ao longo do rio desde o Passeio Alegre (Cantareira) até Massarelos, de onde linha 1 completava a linha até ao Infante . Actualmete o percurso é totalmente feito pela linha 1. entre o Passeio Alegre e o Infante. Antes da linha 1(autocarros) ter mudado de nome para linha 500. A linha era identificada por linha 1E de “Eléctrico” para distinguir da linha de autocarro. O troço oeste desta linha entre Massarelos e o Passeio Alegre (Foz) foi reaberto em 2002 e o troço entre Massarelos e o Infante foi reaberto no ano seguinte. No seu percurso original a linha 1 (ou 1E) ligava o Infante a Matosinhos (mercado).

Linha 18 Massarelos-Carmo: Liga a zona histórica de Massarelos, perto do Museu do Eléctrico, até ao Carmo, passando pela Praça dos Leões, pela Reitoria da Universidade do Porto, Jardim da Cordoaria e sua envolvente.
Esta linha foi reaberta a 17 de Dezembro de 2005, no percuro provisório entre Massarelos e Viriato (Rua da Restauração). O seu termino foi Viriato durante alguns anos até a reabertura do seu término histórico, um pouco mais perto do centro da cidade, no Carmo. A viagem, realiza-se principalmente em canal reservado e em via única. A frequência de serviço é de meia hora, liga à linha 22 no Carmo.

Linha 22 Carmo-Batalha: Linha da Baixa, que percorre as artérias mais emblemáticas do centro da cidade do Porto num percurso circular entre o Carmo e a Batalha/Guindais.
Em setembro de 2007, 30 anos depois os eléctrico voltou à Baixa do Porto com a linha 22. Passando nas principais artérias da baixa da cidade, com Rua dos Clérigos, Praça da Liberdade, Rua 31 de Janeiro, Praça da Batalha, Rua de Santa Catarina, Avenida dos Aliados e Rua de Ceuta. Esta linha liga Carmo à Batalha a cada 30 minutos. No Carmo, o 22 cruza com a linha 18, que por sua vez, liga à linha 1E em Massarelos, facilitando assim a utilização de todas as linhas de Eléctricos.

A 100% Portugal
Ilustrações e fotografias representativas dos ex-libris da cidade do Porto e arredores.
Nasceu a partir de uma ideia de criar produtos que representassem de alguma forma o nosso país e a nossa cultura. Assim nasceu a forma de estar 100% PORTUGAL!